O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 

Economia


 

Esse desempenho foi influenciado sobretudo pela balança comercial, cuja projeção para 2014 saiu de um superávit de US$ 3 bilhões para um déficit de US$ 2,5 bilhões.

Déficit em conta corrente de 2014 pode ser o pior em 13 anos

Caso a projeção do Banco Central para o déficit em conta corrente de 2014 se confirme, 3,94% do Produto Interno Bruto (PIB), será o pior resultado em 13 anos (4,19%). Esse desempenho foi influenciado, segundo Tulio Maciel, chefe do Departamento Econômico do BC, sobretudo pela balança comercial, cuja projeção para 2014 saiu de um superávit de US$ 3 bilhões para um déficit de US$ 2,5 bilhões.

O desempenho da balança, em novembro, foi classificado por Maciel como um “destaque” por registrar um déficit de US$ 4,223 bilhões. “A balança vem mostrando resultados negativos e crescentes”, afirmou. Esse movimento, segundo ele, se explica pela queda de preços de commodities, determinando para o resultado negativo do saldo comercial do ano.
O BC elevou a projeção de déficit nas transações correntes de 2014 de US$ 80 bilhões para US$ 86,2 bilhões, o equivalente a 3,94% do PIB. No último relatório de mercado Focus, a mediana das previsões do mercado para este indicador estava em deficitário em US$ 85 bilhões. Para 2015, a autoridade monetária projeta déficit de US$ 83,5 bilhões, equivalente a 3,80% do PIB - no boletim Focus a projeção é menor, de US$ 77,79 bilhões.
Maciel afirmou ainda que uma mudança importante nas projeções para 2014 está relacionada à taxa de rolagem, cuja previsão passou de 132% para 152%. Para papéis, a projeção é de 100% e para empréstimos, 180%. Para a taxa de rolagem em dezembro, a projeção do Banco Central é de 111%.

Ele afirmou que, a despeito de volatilidade ligada à economia da Rússia, o quadro de taxas de rolagem “é de normalidade”. “Em termos de taxa de rolagem, a gente tem um quadro de normalidade, há inclusive ampliação dessas captações”, disse. O BC informou que a taxa de rolagem de empréstimos de médio e longo prazo captados no exterior ficou em 289% em novembro. Em outubro, a taxa estava em 282% e, em novembro do ano passado, a taxa geral estava em 144% (AE).

 

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 



Jornal Empresas & Negócios
Rua Boa Vista, 84 - 9º andar - cj. 909
01014-000 - Centro - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3106-4171 Fax: (11) 3107-2570

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player