O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 

Eleições


 

Sérgio Castro/Estadão Conteúdo

Aécio visita obras do monotrilho na Vila Prudente.

Aécio: governo fracassou na condução da economia

São Paulo - O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, criticou duramente o ministro da Fazenda, destacando que o modelo de gestão da economia do governo petista fracassou.
“É triste que, num final de governo, um ministro da Fazenda entregue um quadro extremamente perverso ao povo brasileiro, de crescimento baixo, recessão a partir de hoje e inflação saindo do controle”, destacou.

O candidato tucano criticou também o desempenho do PIB brasileiro, divulgado mais cedo pelo IBGE e que mostra uma contração de 0,6% da economia do País no segundo trimestre em relação ao primeiro. “Hoje é um dia triste para o Brasil, que acaba de entrar em recessão técnica: pelo segundo trimestre consecutivo temos um PIB negativo. O governo do PT terminou antes da hora.”

Na sua avaliação, o legado da gestão petista será de crescimento e investimento baixos combinados com inflação e juros altos. “Há perda crescente da confiança da economia, com impacto nos investimentos e empregos”, frisou. Nas críticas a Mantega, o senador lembrou que o ex-presidente FHC, ao assumir a Presidência da República, pegou uma inflação de 1.600% ao ano e a reduziu para 7%. “Se a inflação aumentou para 12% no final de 2002 foi em razão do risco Lula”, ironizou o candidato do PSDB (AE).

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 


Jornal Empresas & Negócios
Rua Boa Vista, 84 - 9º andar - cj. 909
01014-000 - Centro - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3106-4171 Fax: (11) 3107-2570

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player