O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 

Economia


 

 

 

Levy afirma que resultado do PIB mostra que estamos numa transição

Rio - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, comentou que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do ano de 2014, com alta de 0,1%, mostrou um momento de desaceleração da economia, mas que o governo espera que a trajetória de recuperação seja delineada ainda este ano, principalmente pelas exportações e pelo lado do investimento. No ano passado, as exportações recuaram 1,1%, enquanto a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) teve queda de 4,4%.

“O resultado do PIB mostrou que a gente está numa transição, num momento de desaceleração, mas principalmente numa transição”, disse Levy em coletiva de imprensa na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio. Mais cedo, ele participou da reunião do Conselho de Administração da instituição.

“Começa a haver espaço para uma recuperação das exportações. No ano passado, a contribuição das importações e exportações foi neutra, uma compensou a outra. Este ano, nós esperamos que haja recuperação das exportações e que, portanto, o setor externo possa ajudar no crescimento da economia”, afirmou o ministro.

Sobre os investimentos, Levy reconheceu que o desempenho foi fraco em 2014, mas o governo espera recuperação a partir do segundo semestre deste ano. “O investimento foi realmente um pouco mais fraco no ano passado. Há um esforço de que a gente veja mais para a segunda metade do ano uma recuperação do investimento. Isso é muito importante para a retomada do País”, disse.

Segundo Levy, a recuperação dos investimentos pode inclusive ser puxada por outras áreas, como as exportações. Para o ministro, empresas que desejem “se aparelhar” não só para exportar, mas para atender o mercado local, podem alavancar a compra de máquinas e equipamentos e, consequentemente, elevar a FBCF e a taxa de investimento da economia brasileira (AE).

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 


Jornal Empresas & Negócios
Rua Boa Vista, 84 - 9º andar - cj. 909
01014-000 - Centro - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3106-4171 Fax: (11) 3107-2570

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player