Cultura popular

Rodas de Conversa - “A Gente Submersa” reúne mestres da cultura popular e comunidades tradicionais do estado de São Paulo em bate-papos seguidos por vivências (breves apresentações das manifestações)

Comunidade Jongueira de Tamandaré

No dia 11, a Comunidade Jongueira de Tamandaré, de Guaratinguetá, é o grupo convidado. Com o Mestre Jefinho e integrantes desta família jongueira, esta roda de conversa apresenta as particularidades do jongo desta comunidade. Os integrantes falam sobre a manifestação que, atualmente, é reconhecida como Patrimônio Imaterial do Sudeste. E fechando a programação do mês, no dia 18, a Aldeia Wassu Cocal apresenta sua dança Toré. Neste bate-papo, a comunidade indígena fala sobre suas tradições, mantidas em agrupamento na cidade de Guarulhos, onde mantém os costumes, sagrados e profanos, indígenas.

Serviço: Teatro do Incêndio, R. Treze de Maio, 48, Bela Vista, tel. 2609- 3730. Sextas (11 e 18) às 19h30. Entrada franca.

REFLEXÃO

Deus te ama!
Neste dia de sua vida, querido(a) amigo(a), acredito que Deus quer que você saiba... ... Que se colocar pra baixo não é a resposta. Por que você faria com você o que Deus jamais faria com você? As poucas coisas que você não “faz certo” (o que quer que isso seja) não podem se comparar com as coisas em que você se sobressai. Você sabe disso? Você é bom, você é cuidadoso, você é generoso, você é sensível, você é misericordioso, você é clemente, você é mais aceito do que imagina, e mais amoroso do que acredita ser. Agora... o que mais? Tente compreender isto: Você está indo muito bem. Mais do que “muito bem”. Você é excelente. Você é magnífico, você é maravilhoso! E Deus o ama muitíssimo!
Amor, Seu Amigo.
Neale Donald Walsch.

Pop/rock

Pop temsproario

A banda Metrô formada por Virginie Boutaud (vocais), Alec Haiat (guitarra), Yann Laouenan (teclados), Xavier Leblanc (baixo) e Dany Roland (bateria) está de volta com sua formação original para comemorar 30 anos de carreira com o show Olhar Ao Vivo. O show conta com a participação especial da Banda Autoramas e Ruben Jacobina – parceiro na música A Vida é Bela Lalaiá. Para esse show, a banda leva ao palco o disco Olhar na íntegra, canções do cultuada A Gota Suspensa, o primeiro trabalho da banda antes de mudar seu nome paraMetrô, e prometem explorar novas pistas musicais trilhadas desde o seu reencontro em 2014.

Serviço: Teatro Porto Seguro, Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos, tel. 3226-7300. Terça (15) às 21h. Ingressos: R$ 80 e R$ 60.

CONFLITOS E DRAMAS

Após uma temporada de sucesso no primeiro semestre o espetáculo O Filho da Mãe retorna no dia 11 de agosto. A peça busca na comédia e na sátira do estereótipo das mães, uma forma de abordar temas como paixão, carinho e relações familiares. A história se passa em um apartamento e gira em torno da convivência de uma mãe divorciada com seu filho. A trama mostra de forma bem-humorada os conflitos e dramas nas mais diversas situações vividas entre Valentina (Eduardo Martini) e Fernando (Guilherme Chelucci). Enquanto Valentina é uma publicitária bem sucedida profissionalmente, mas completamente desmiolada e apaixonada pelo filho, Fernando é um recém formado roteirista, que está indo para Nova York estudar cinema contra a vontade da mãe.

Serviço: Teatro Itália, Av. Ipiranga 344, República, tel. 3255-1979. Sextas às 21h30 e sábados às 19h. Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia). Até 30/09.


Estreias para este mês

“João, o Maestro”

Sete semanas de filmagens. Esse foi o plano cumprido pela equipe da LC Barreto para o longa-metragem “João, o Maestro” sobre a história de superação e paixão pela música de João Carlos Martins. A história conta que João Carlos era uma criança com sérios problemas de saúde. Por conta disso, teve uma infância reclusa. Até que um piano entrou na casa e na vida de João. A partir daí surge um garoto obstinado que, em poucos anos, se transforma em uma das maiores promessas da música erudita mundial e chegou a ser considerado um dos maiores intérpretes de Bach do século XX. Uma série de acidentes passam pela vida do músico e fazem com que ele se afaste do piano gradativamente até que um último acontecimento brutal interrompe sua carreira de pianista. Como João nunca desistiu, seguiu em frente, descobriu a regência, se tornou maestro e segue superando todas as dificuldades por amor à música.Com direção de Mauro Lima, o filme estreia em todo o país no dia 17 de agosto. Com Alexandre Nero, Rodrigo Pandolfo, Alinne Moraes, Caco Ciocler, Fernanda Nobre, Davi Campolongo, Catherine Sansone, Caio Laranjeira, Matheus Guerra, Rafael Trombeta, Rennan Rodrigues, Joca Andreazza, Edu Guimarães, Junior Lopes, Eder Giaretta, Giulio Lopes, Ondina Clais, entre outros.

A Viagem de Fanny

A Viagem de Fanny estreia no dia 10 de agosto nos cinemas e conta a história de uma menina que, com seus 12 anos já é muito teimosa e sobretudo, uma jovem corajosa, pois vive escondida num lar distante de seus pais, cuida das duas irmãs mais novas. Tendo que fugir precipitadamente, Fanny se coloca à frente de um grupo de 8 crianças e inicia uma perigosa viagem através da França ocupada para chegar à fronteira com a Suíça. Entre medos, gargalhadas e encontros inesperados, o grupinho aprende o que é independência e descobre o valor da solidariedade, do trabalho de equipe e principalmente da amizade. Destaque da programação do Festival Varilux de Cinema Francês e do Festival Judaico. Com, Cécile de France, Léonie Souchaud, Fantine Harduin.