ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Confiança do brasileiro bate novo recorde negativo

O consumidor está perdendo a esperança de que a economia vai melhorar a curto prazo.

O Índice Nacional de Confiança (INC) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) registrou 81 pontos em agosto, o pior desempenho desde que a pesquisa começou, em 2005

O levantamento foi feito pelo Instituto Ipsos entre os dias 14 e 31 de agosto em todo o Brasil. No INC, os valores acima de 100 pontos significam otimismo. Abaixo disso, indica pessimismo. Embora a diferença sobre julho (84 pontos) esteja no limite da margem de erro da pesquisa (3 pontos), o desempenho do INC nos últimos meses indica uma piora gradativa da confiança do consumidor brasileiro.
Em agosto de 2014, por exemplo, foram registrados 143 pontos - ou seja, em um ano o índice despencou 62 pontos. “Essa queda acentuada pode ser explicada pela maior insegurança dos brasileiros no emprego. Além disso, o consumidor está perdendo a esperança de que a economia vai melhorar a curto prazo”, diz Roberto Mateus Ordine, presidente em exercício da ACSP.
Em agosto cada entrevistado conhecia, em média, 4,4 pessoas que perderam o emprego, ante 4,31 pessoas em julho. Além disso, 57% dos brasileiros ouvidos estavam inseguros no emprego e, 15%, seguros. Em julho, essa relação era de 53% e 18% e, há um ano, era de 26% e 38%. Por causa disso, apenas 19% estavam mais à vontade para comprar eletrodomésticos, contra 62% menos à vontade. Na pesquisa de julho, esses números eram, respectivamente, 18% e 60%.
Sobre a análise de sua situação econômica atual, 51% avaliaram como ruim, ante 25% que julgaram boa. Em julho, essa diferença era menos ampla: 49% a 27%. O INC de agosto traz outro dado inédito: 34% das pessoas responderam que acreditam que sua situação financeira vai piorar nos próximos meses contra 33% que acham que vai melhorar. Foi a primeira vez que há uma parcela maior de consumidores pessimistas em comparação com os otimistas. Em julho, 32% achavam que pioraria e, 34%, que melhoraria.

China: estímulos de 167 bilhões de euros

objetivo é mobilizar entre 5 e 7 bilhões de yuan (695 bilhões a 975 bilhões de euros)

O Governo chinês estuda um plano de estímulos de 1,2 bilhões de yuan (167 bilhões de euros) para os próximos três anos, segundo relatório da Corporação de Capital Internacional da China. Os fundos do Governo Central destinam-se a projetos de investimento, muitos já aprovados pelas autoridades, e seriam acompanhados de contribuições dos bancos públicos e privados, bem como de outros investidores, por meio de acordos de cooperação público-privada.
O objetivo é mobilizar entre 5 e 7 bilhões de yuan (695 bilhões a 975 bilhões de euros), acrescenta o relatório do banco estatal de financiamento de joint ventures, citado pela agência oficial Xinhua. Esses valores representam entre 2,5% e 3,4% do Produto Interno Bruto (Ag. Lusa).

Governo paulista vai remover 9,7 mil veículos de delegacias

O governo de São Paulo pretende remover em até 90 dias os 9,7 mil veículos que estão apreendidos em delegacias policiais na capital e enviá-los para pátios, licitados especificamente para esse fim, no interior do estado. “Policia é para fazer investigação e polícia judiciária, não para ficar tomando conta de material apreendido. Então, também vamos zerar veículos em distritos policiais da capital”, declarou o governador Geraldo Alckmin, ao anunciar o começo da operação de remoção.
O lançamento da ação foi feito no 72º Distrito Policial, na Vila Penteado, zona norte. A delegacia tem 310 veículos – 147 carros e 163 motos – armazenados. O depósito já havia sido alvo de reclamações da comunidade. Os automóveis abandonados nas delegacias da zona norte e leste serão enviados para Araçariguama. “Há vários anos isso vem incomodando não só a própria polícia, que tem que ficar guardando os veículos, mas também atrapalhando toda a comunidade do entorno”, disse o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes (ABr).

Mais artigos...

  1. Economia 11/09/2015
  2. Economia 10/09/2015
  3. Economia 09/09/2015
  4. Economia 05 a 08/09/2015
  5. Economia 04/09/2015
  6. Economia 03/09/2015
  7. Economia 02/09/2015
  8. Economia 01/09/2015
  9. Economia 29 a 31/08/2015
  10. Economia 28/08/2015
  11. Economia 27/08/2015
  12. Economia 26/08/2015
  13. Economia 25/08/2015
  14. Economia 22 a 24/08/2015
  15. Economia 21/08/2015
  16. Economia 20/08/2015
  17. Economia 19/08/2015
  18. Economia 18/08/2015
  19. Economia 15 a 17/08/2015
  20. Economia 14/08/2015
  21. Economia 13/08/2015
  22. Economia 12/08/2015
  23. Economia 11/08/2015
  24. Economia 08 a 10/08/2015
  25. Economia 07/08/2015
  26. Economia 06/08/2015
  27. Economia 05/08/2015
  28. Economia 04/08/2015
  29. Economia 01 a 03/08/2015
  30. Economia 31/07/2015
  31. Economia 30/07/2015
  32. Economia 29/07/2015
  33. Economia 28/07/2015
  34. Economia 25 a 27/07/2015
  35. Economia 24/07/2015
  36. Economia 23/07/2015
  37. Economia 22/07/2015
  38. Economia 21/07/2015
  39. Economia 18 a 20/07/2015
  40. Economia 17/07/2015
  41. Economia 16/07/2015
  42. Economia 15/07/2015
  43. Economia 14/07/2015
  44. Economia 09 a 13/07/2015
  45. Economia 08/07/2015
  46. Economia 07/07/2015
  47. Economia 04 a 06/04/2015
  48. Economia 03/07/2015
  49. Economia 02/07/2015
  50. Economia 01/07/2015
  51. Economia 30/06/2015
  52. Economia 27/06/2015
  53. Economia 26/06/2015
  54. Economia 25/06/2015
  55. Economia 24/06/2015
  56. Economia 23/06/2015
  57. Economia 20/06/2015
  58. Economia 19/06/2015
  59. Economia 18/06/2015
  60. Economia 17/06/2015
  61. Economia 16/06/2015
  62. Economia 13/06/2015
  63. Economia 12/06/2015
  64. Economia 11/06/2015
  65. Economia 09/06/2015
  66. Economia 04/06/2015
  67. Economia 03/06/2015
  68. Economia 02/06/2015
  69. Economia 30/05/2015
  70. Economia 29/05/2015
  71. Economia 28/05/2015_02
  72. Economia 27/05/2015
  73. Economia 25/05/2015
  74. Economia 23/05/2015
  75. Economia 19/03/2015
  76. Economia 10/03/2015
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171